quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Lembrança...


Lembro dos desenhos na areia,
das árvores do quintal,
dos meus amigos bichos
e do sorriso de minha mãe.
Era uma criança feliz.
Doce lembrança!
mk

12 comentários:

  1. Lembranças... quem não as tem?
    Fotos desbotadas, flores secas e amareladas, primeiros sepatinhos, cartinhas mal escritas... quem não os tem?
    Sorrisos. Doces. Colos macios. Felizes dos que os tiveram.
    Grande abraço,
    Nereida

    ResponderExcluir
  2. Ho velhas lembranças... ainda me lembro delas como se fosse ontem!

    Também fui uma criança feliz, muito feliz...

    Hoje, no mundo imperfeito dos adultos, refugio-me com frequência no mundo das crianças, assumindo a que ainda habita em mim, em perfeita harmonia com este corpo de adulto.

    Por fim, resta-me dizer que tenho andado com imensa falta de tempo para visitar o seu blog e outros que também gosto.

    Enfim, coisas da vida amigo...

    Um grande abraço deste lado do atlântico,
    CR/de

    ResponderExcluir
  3. Marcio

    Lembranças boas de um tempo no qual se tinha tempo para viver com todos.

    Abs

    ResponderExcluir
  4. Meu querido MK. Adoro isso, MK!
    Vc é essa criança... feliz!
    Eu sei que sinto assim.
    Bjão meu. Bom fds.

    ResponderExcluir
  5. Fiquei deveras feliz com a sua visita! Venha sempre! Grande abraço e um lindo fim de semana.
    Nereida

    ResponderExcluir
  6. Talentoso e lindílimo TTÁ, que bom que vc tem lenbranças lindas...rsrs!Do que lembro da minha infância é de uma feroz solidão... sem mãe sem pai, que precisava trabalhar 25h/d para manter a nós dois...uma loucura na cabeça de uma criança e assim, cresci com insônia crônica e enxaquecas cavalares... e não consigo entender porque não me tornei um adulto amargo e odiando o mundo... muito pelo contrário...rsrs!
    Seiu texto me comoveu lindamente...rs!

    ResponderExcluir
  7. Caro Carlos entendo perfeitamente essa correira da vida! Mas é sempre muito bom tê-lo aqui.
    Abraço do amigo brasileiro.

    ResponderExcluir
  8. É Gilson... lembranças...
    Abç bom tê-lo aqui.

    ResponderExcluir
  9. Ira.... tudo de lindo prá voce, sempre!
    Adoro quando voce vem...
    bj meu

    ResponderExcluir
  10. Patachic, voce nunca conseguiria ser uma pessoa amarga. Cada vez que olhos para coisas que voce faz ou escreve vejo bravura e prazer de viver!
    Bj meu.

    ResponderExcluir
  11. Ai que lindo que vc escreveu.Mãe não existe nada igual, perdi a minha tem somente 8 meses, sofro demais e sinto aquela falta deabraçar e deitar no colo dela, sou Avó de 4 meninas , mas minha mãe era tudo na minha vida. A falta que sinto dela é imensuravel .abraço.
    E obrigado pela visita. Seu blog é show.

    ResponderExcluir